….Aquecimento global, nunca é bastante comentar.


 

O aumento da poluição atmosférica, criando o chamado “efeito estufa” e elevando a temperatura terrestre, é objeto de preocupações mundiais e foi item destacado na Conferência de Meio Ambiente e Desenvolvimento em 1992 no Rio de janeiro (RIO-92). Com base neste encontro, foi ratificado por centenas de países, em Kioto (1997), o compromisso de redução de 5,2% (média) das emissões, a ser efetivado entre 2008 a 2012.

 

Desde então, anualmente realizam-se reuniões sobre a matéria sem resultados finais, porque muitos os países ricos e industrializados, liderados pelos EUA, se negam a investir o necessário para fazer a redução prometida.

 

O chamado efeito estufa, ocasionado pelo acúmulo de poluentes na atmosfera, pode estar contribuindo na formação de inúmeras catástrofes ambientais. O nível do mar continua aumentando e as geleiras derretendo. Em 40 anos as geleiras do Himalaia poderão ter desaparecido. O aumento da temperatura atmosférica, das águas oceânicas e a elevação do nível dos oceanos já são considerados irreversíveis. Qualquer que seja o nível das emissões, entretanto, os oceanos deverão elevar seu nível. Se a elevação chegar a 2 metros, levará ao desaparecimento de países insulares (Ilhas Maldivas, por exemplo) e à inundação de vastas áreas costeiras (Holanda, etc). Este contínuo acúmulo de poluentes na atmosfera tende a gerar também uma maior incidência de furacões, nevascas, deslizamentos de neve.

 

Cientistas de todo o mundo afirmam que as florestas tropicais como a Amazônia desaparecerão até o século 22 se o nível de dióxido de carbono na atmosfera subir mais 50%.  A década de 90 foi a mais quente que se tem notícia, porém, representantes de empresas importantes de petróleo e carvão continuam alegando que não há, ainda, comprovação científica de que as variações e mudanças climáticas recentes são causadas pela ação humana e que podem ser resultantes de causas naturais, porque há milhares de anos o clima mudou, significativamente, sem a contribuição da população humana. Desculpas de quem só está preocupado com os lucros.

 

Na era da industrialização e do capitalismo estamos assistindo a destruição de nosso planeta. O conforto da vida moderna está pondo em risco nossa qualidade de vida. É um preço muito caro a ser pago, principalmente levando-se em consideração que a grande maioria da população de nosso planeta não tem acesso nem ao menos a condições dignas de sobrevivência, quanto mais a este conforto que está destruindo a última coisa que lhes resta, o planeta onde vivem.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s